Como evitar que o cachorro coma fezes

Título: Por que os cachorros comem fezes? Descubra os possíveis motivos e como lidar com esse comportamento indesejado.

Introdução:

Você já presenciou seu cachorro comendo fezes e ficou perplexo com essa atitude? Pois saiba que esse comportamento, conhecido como coprofagia, é mais comum do que se imagina. Apesar de ser bastante incômodo e até mesmo repugnante para nós, seres humanos, existem algumas razões pelas quais os cachorros podem desenvolver essa prática. Neste artigo, vamos explorar os possíveis motivos para esse comportamento e dicas de como lidar com isso.

O que é a coprofagia?

A coprofagia é definida como o ato de um cachorro comer fezes, seja sua própria ou de outros animais. Embora possa parecer estranho e nojento para nós, esse comportamento é mais comum do que se imagina. Na natureza, por exemplo, as fêmeas lambem as fezes de seus filhotes como uma forma de estimular a micção e defecação. No entanto, quando esse comportamento persiste em cães adultos, algo pode estar errado.

Por que os cachorros comem fezes?

Embora não exista uma única resposta definitiva para essa pergunta, existem algumas teorias que podem ajudar a entender melhor o motivo por trás da coprofagia em cachorros. Vejamos algumas delas:

1. Comportamento instintivo

Alguns especialistas acreditam que a coprofagia pode ter origem em uma herança ancestral de quando os cães viviam em grupos selvagens. Nesse contexto, o consumo das fezes poderia ajudar a manter o ambiente limpo, reduzindo o risco de infecções e atraindo menos predadores. Mesmo que hoje em dia os cães sejam animais de estimação, esse comportamento ainda pode ser manifestado em algumas situações.

2. Fome ou falta de nutrientes

Outra possibilidade é que os cachorros comam fezes como uma forma de suprir alguma carência nutricional. Cães que não recebem uma alimentação balanceada e adequada podem buscar nutrientes adicionais nas fezes, mesmo que isso pareça estranho para nós. Portanto, é fundamental verificar se a alimentação do seu cão está adequada e conversar com um veterinário para avaliar se há alguma deficiência alimentar.

3. Tédio ou falta de estímulos

Cachorros entediados ou com falta de estímulos podem desenvolver comportamentos autodestrutivos, como a coprofagia. Isso acontece porque esses animais buscam atividades para preencher o vazio que sentem. Portanto, é importante fornecer estímulos adequados ao seu cão, como brinquedos interativos, passeios diários e sessões de treinamento, para evitar que ele desenvolva esse hábito.

4. Ansiedade ou estresse

Cães que sofrem de ansiedade ou estresse também podem desenvolver comportamentos indesejados, como comer fezes. Essas condições emocionais podem levar o animal a buscar formas de alívio, e a coprofagia pode ser uma delas. Caso seu cão apresente esses sintomas, é importante buscar a ajuda de um veterinário ou especialista em comportamento animal para realizar uma avaliação e indicar possíveis soluções.

Como lidar com a coprofagia?

Após entender os possíveis motivos para o comportamento de comer fezes, é importante buscar formas de lidar com esse problema. Aqui estão algumas dicas que podem ajudar:

1. Manter o ambiente limpo

Uma das formas mais simples de evitar a coprofagia é garantindo que o ambiente onde seu cachorro vive esteja sempre limpo. Recolher as fezes o mais rápido possível e manter a área limpa e desinfetada pode ajudar a diminuir o interesse do animal por esse comportamento.

2. Alimentação adequada

Assegure-se de que seu cachorro esteja recebendo uma alimentação completa e balanceada, que atenda às suas necessidades nutricionais. Caso haja alguma deficiência alimentar, converse com um veterinário para realizar os ajustes necessários.

3. Estimulação física e mental

Ofereça brinquedos interativos e jogos que estimulem o seu cão tanto fisicamente quanto mentalmente. Passeios diários, sessões de treinamento e atividades que o mantenham ocupado são essenciais para evitar o tédio e o desenvolvimento de comportamentos destrutivos.

4. Treinamento adequado

O adestramento adequado é essencial para ensinar ao seu cão o comportamento esperado. Comandos básicos como “senta” e “fica” podem ajudar a desviar a atenção do animal de comportamentos indesejados, como comer fezes. Considere a possibilidade de contratar um profissional de adestramento para auxiliar nesse processo.

Conclusão:

A coprofagia em cachorros pode ser um comportamento frustrante e preocupante para os tutores. No entanto, entender as possíveis causas desse comportamento é o primeiro passo para lidar com ele de maneira eficaz. Lembre-se de que cada cachorro é único, e é importante buscar orientação profissional caso esse comportamento persista ou se torne um problema de saúde.

Deixe um comentário