Como cachorro pega sarna: mitos e verdades

Como cachorro pega sarna: causas, sintomas e tratamento

Se você é dono de um cachorro, sabe que a saúde do seu companheiro de quatro patas é uma das suas principais preocupações. E entre as doenças comuns que podem afetar os cães, a sarna é uma das mais conhecidas.

O que é sarna em cachorros?

A sarna é uma doença de pele causada por ácaros parasitas, que se alimentam da pele e dos pelos dos animais. Existem diferentes tipos de sarna em cães, mas os mais comuns são a sarna sarcóptica e a sarna demodécica.

Como cachorro pega sarna?

O contágio da sarna em cachorros pode ocorrer de diferentes formas:

1. Contato direto com um animal infectado: quando o seu cachorro entra em contato com um animal infectado pela sarna, seja por meio do contato físico ou pelo compartilhamento de objetos, como camas e brinquedos.

2. Ambiente contaminado: a sarna também pode ser transmitida pelos ácaros presentes no ambiente, como tapetes, cobertores e outros objetos que um cão infectado possa ter utilizado.

3. Mãe para filhote: em alguns casos, os filhotes podem adquirir sarna durante a gestação ou o parto, caso a mãe esteja contaminada.

Quais são os sintomas da sarna em cachorros?

Os sintomas da sarna em cachorros podem variar, dependendo do tipo de sarna e da gravidade da infestação. No entanto, alguns sintomas comuns incluem:

1. Coceira intensa: o cachorro afetado pela sarna costuma apresentar uma coceira constante e intensa, podendo se lamber ou morder as áreas afetadas de forma excessiva.

2. Perda de pelos: a sarna pode levar a uma queda acentuada de pelos, criando áreas com falhas na pelagem do animal.

3. Feridas e lesões na pele: as lesões na pele são comuns em cães com sarna, podendo apresentar vermelhidão, crostas e feridas abertas.

4. Odor desagradável: em alguns casos, a sarna pode levar a um odor forte e desagradável na pele do cachorro.

Como tratar a sarna em cachorros?

O tratamento para a sarna em cachorros deve ser realizado por um veterinário, que irá avaliar a gravidade do problema e indicar a melhor abordagem terapêutica. Em geral, o tratamento envolve o uso de medicamentos antiparasitários, como banhos com produtos específicos, medicamentos orais ou tópicos, além de cuidados especiais com a higiene e limpeza do ambiente.

Além disso, é importante destacar que a prevenção é fundamental para evitar a sarna em cachorros. Isso inclui manter uma boa higiene do animal e do ambiente, evitar o contato com animais infectados e realizar consultas veterinárias regulares para garantir a saúde do seu cão.

Conclusão

A sarna em cachorros é uma doença de pele causada por ácaros parasitas, que pode afetar a saúde e o bem-estar do animal. É importante estar atento aos sintomas da sarna e buscar tratamento veterinário adequado, a fim de evitar complicações e garantir a recuperação do seu cachorro.

Deixe um comentário